Arthur Jones

Arthur Jones foi o fundador da Nautilus Sports/Medical Industries e da MedX, Inc., foi também o criador das máquinas Nautilus nos anos 70. Ainda hoje o design das cams fisiológicas destas máquinas não é fácil de superar.

Revolucionário nos anos 70 com ideias que então eram contestadas, consideradas uma heresia e hoje em dia fazem parte das orientações do American College of Sports Medicine para o treino de força.

A grande vantagem deste Senhor, foi o facto de não ter como objectivo principal enriquecer ao criar máquinas de musculação. Era já uma pessoa com alguma riqueza, tendo mesmo o maior aeroporto privado dos EUA (ainda existente:Jumbolair e hoje em parte adquirida pelo actor John Travolta). Aliás, foi mesmo nomeado na lista da Forbes Fortune como uma das 400 pessoas mais ricas.

Este homem tinha o espírito do verdadeiro inventor, do verdadeiro cientista: céptico, curioso e disposto a levar as coisas até ao fim. Gastou milhões de dólares para criar máquinas diferentes, máquinas que fizessem algo que os pesos livres não eram capazes. Conseguiu desenvolver a cam, uma peça revolucionária que permitiu e permite uma variação da resistência das máquinas que ainda hoje utilizamos. Depois da Nautilus, outras marcas copiaram as cames desconhecendo o que as fazia funcionar tão bem nas velhas Nautilus com suavidade e pouco atrito.

As ideias de Arthur Jones passavam por incentivar um trabalho mais intenso em vez de um trabalho baseado em grandes volumes de treino. Realizou diversas experiências que podemos considerar de pouco académicas, mas que, pelo menos não estavam povoadas de assunções, dogmas, presunções e patrocínios como as investigações comuns no desporto da actualidade.

Em 1986, vendeu a Nautilus e criou a Med-X. Faleceu de causas naturais em Agosto de 2007 em Ocala, Florida (local onde residia). O seu filho Gary Jones, viria a criar outra revolução nas máquinas de musculação, a: Hammer Strength.

Um verdadeiro cientista!

Mais informação:

Metodologia de treino – Crossfit

O crossfit é uma estratégia, uma metodologia de treino que se baseia nos princípios de treino, em leis naturais que funcionam para quase todos os objetivos. Claro que, também tem o seu lado competitivo com os excessos de qualquer modalidade desportiva.

Vejam o documento que resume a base desta metodologia de treino que apenas se baseia nas melhores ferramentas e nas melhores forma de treinar dos últimos 100 anos.

Portugueses de referência no fitness

Portugueses de referência no fitness (a grande maioria ex-alunos dos quais me orgulho bastante e com os quais continuo a aprender imenso; esqueci-me de alguns quase de certeza 😦 São tantos…)

Carlos Pinto

Eduardo Fonseca (kettlebells)

Gabriel Clemente

Ricardo Bomtempo (cycling e endurance)

Daniela (site de uma ex-aluna que “investiu” nas elevações :))

Luís Teixeira

Sérgio Rodrigues (o especialista Nacional em crossfit)

Sandro Eusébio (powerlifting – um dos homens mais fortes do mundo)

O conceito de personal training e a indústria do fitness

http://paulosena.com/2014/04/07/3o-curso-de-personal-training-da-promofitness-em-viseu/

http://paulosena.com/2013/06/20/personal-training-algumas-ideias-de-intervencao/

http://paulosena.com/2009/05/25/associacoes-cognitivas-sobre-o-personal-training-que-se-estao-a-tornar-inevitaveis/

http://paulosena.com/2009/04/09/algumas-investigacoes-sobre-personal-training/

http://paulosena.com/2013/12/19/abandona-o-cliente-para-ele-comprar-pt/

http://paulosena.com/2013/04/01/actina-miosina-formacao-professores/

http://paulosena.com/2009/12/09/21-caracteristicas-de-um-bom-personal-trainer/

http://paulosena.com/2006/10/06/um-bom-personal-trainer/

http://paulosena.com/2010/04/18/servico-pessoas-formacao-uma-perspectiva-de-20-anos-de-ginasios/

Receitas

31 receitas: http://paulosena.com/2012/03/01/31-treinos-com-o-peso-do-corpo/

Treinar em casa:
Mais receitas?
Têm mais de 400 desafios no meu site (são os meus treinos). Podem adaptar os pesos e servirão de inspiração.

Como melhorar a zona anca-cintura

Como reparei que há muita gente com objetivos em termos de melhoria de anca cintura, aqui ficam uns textos e treinos exemplo.

Estabeleçam objetivos funcionais, porque se melhorarem em exercícios como os agachamentos, peso morto, afundos de pernas e corrida rápida, os glúteos de certeza que ficarão mais fortes. Exemplo: ser capaz de fazer 50 burpees em 5minutos até 30 de Novembro de 2014 (é mensurável, específico e tem uma data).
Treinar é sair da zona de conforto!
Treinos (adaptar volume e peso porque a intensidade é imposta pelo atleta e pela forma como o treinador é capaz de retirar o melhor do seu aluno):
Tudo sempre com boa técnica, em amplitude total de movimento e dando o máximo (intensidade é a chave do negócio).
Recordem que uma boa receita é importante, mas se não souber cozinhar, de nada vale. Por isso, mais importante do que aquilo que fazemos é a forma como fazemos.
Bons treinos!

Triagem vs. Avaliação da Condição Física

http://paulosena.com/2013/11/25/questionario-de-pre-atividade/

http://paulosena.com/2010/04/17/testes-de-condicao-fisica-em-ginasios/

http://paulosena.com/2010/04/03/triagem-e-estratificacao-de-risco/

http://paulosena.com/2013/04/01/actina-miosina-formacao-professores/

http://paulosena.com/2010/04/18/servico-pessoas-formacao-uma-perspectiva-de-20-anos-de-ginasios/

Elaboração de um programa de treino

Links para ajudar na elaboração dos programas de treino:
http://paulosena.com/2013/06/04/crossfit-2/
http://paulosena.files.wordpress.com/2008/10/arsept_psena_2003.pdf
http://paulosena.com/2010/10/25/desafios-para-mulheres-es-capaz/
http://paulosena.com/2012/06/27/treina-os-movimentos-nao-os-musculos/
http://paulosena.com/2009/04/27/o-melhor-programa-de-treino/
http://paulosena.com/2010/03/11/principios-do-treino-revistos/

http://paulosena.com/2013/01/23/qual-o-melhor-treino/

Filmes obrigatórios

Eugene Sandow

Podemos chamar-lhe o pai do moderno culturismo. Por isso a sua figura é a estatueta do Mr. Olympia. Neste vídeo podemos ver uma das primeiras exibições.

The Road to Wellville

1866, abria o Battle Creek Sanitarium inicialmente chamado de Western Health Reform Institute, baseado nos princípios de saúde advogados pela igreja adventista do sétimo dia. Em 1876, o Dr. John Harvey Kellogg tornou-se o superintendente, construindo uma instalação renovada em 1878. Nesta enorme estrutura, as pessoas exercitavam-se e perdiam peso à custa de utilizar clisteres, comer o suplemento alimentar da época: corn flakes, e exercício realizado com máquinas ou em aulas de grupo. Era ainda utilizada terapia de pequenos choques eléctricos para estimular o corpo. Esta impressionante estrutura poderia ser chamada hoje de SPA. Em 1994 foi realizado o filme The Road to Wellville, que retrata as práticas de Kellogg no Sanatorium.

1895 John Harvey Kellogg, o médico que criou os Cornflakes, escreveu um documento intitulado “A Arte da Massagem”. Este documento sugeria um tipo de musculação de execução lenta (oito segundos a levantar o peso), mas também recomendava uma boa técnica de execução sem bloqueios de respiração, etc. Também referia que o objectivo da recreação não era fortalecer os músculos, mas sim regular a circulação.

Pumping Iron

Um documentário que nos conta a fase mais marcante do culturismo. A época em que se lançaram as sementes de uma grande indústria dentro da gigante indústria do fitness.

Bigger Stronger Faster

Mais um documentário contado na primeira pessoa. As crenças de quem se liga ao mundo dos ginásios, a procura dos melhores resultados, as coisas boas e más da indústria do fitness, os suplementos, as drogas e muito mais.

Filmes Sobre Alimentação

Documentários sobre alimentação, sobre a indústria alimentar, sobre o leite e outros alimentos que consumimos ou que vamos deixar de consumir depois de ver alguns destes vídeos.

Forks Over Knives

Documentário sobre alimentação que analisa o profundamente o facto que muitas das doenças degenerativas que nos afetam podem ser controladas rejeitando produtos de origem animal e alimentos processados.

Got The Facts on Milk?

Documentário sobre o leite e a indústria dos laticínios. Neste filme controverso, abordam-se as questões das alergias, dos imensos derivados do leite que estão em quase todos os alimentos processados mais consumidos, desde o pão aos gelados, passando pelas bolachas, chocolates e diversos outros alimentos consumidos em grandes quantidades pelas irrequietas crianças da atualidade do mundo ocidental. Podemos ver também a força da indústria do leite e a forma como se consegue impor em termos políticos e nos sistemas escolares.

Food Inc.

Documentário sobre a indústria alimentar americana, cujos produtos consumimos em larga escala também no nosso país. Mostra-nos a forma como se fabricam os alimentos, os efeitos destes no nosso corpo e sobre o ambiente e a economia também.

Food Matters

Já sabemos que somos aquilo que comemos, aquilo que pensamos e somos moldados pela forma como nos movimentamos e pela companhia das pessoas com quem passamos mais tempo. Mas neste filme, discutem-se formas alternativas de curar o corpo contradizendo aquela ideia de que há um comprimido para tudo. Revelam-se alguns factos que desconhecemos sobre aquilo que ingerimos e procuram-se soluções mais saudáveis que nos ajudem a combater a obesidade que vem aumentando em Portugal também a passos largos.

Food Stamped

Um documentário que nos mostra também o desafio de comer de forma menos processada com pouco dinheiro e o quanto difícil isso poderá ser sobretudo se não houver uma educação em relação aos alimentos disponíveis a preços mais baixos.

Processed People

Alguns especialistas em saúde e nutrição analisam aquilo que comemos e procuram apontar soluções para o estilo de vida pouco saudável dos americanos. Por sinal, toda a indústria do fitness, a indústria dos suplementos, equipamentos e programas de treino tem a sua maior força nos E.U.A.

Num documentário dividido em 8 capítulos, discute-se a obesidade e a alimentação processada.